Nossa História

Em 2013, talvez num impulso para reconectar-se com suas origens na fronteira, o Dr. Carlos Henrique Escosteguy Barrios comprou 300 hectares de terra na reigão da Florentina. Com ajuda de seu Tio Luiz Pedro Escosteguy e de seus irmãos Fernando e Luis Eduardo, plantou 26 hectares de uvas de diversas castas. Hoje, o vinhedo produz até 230 toneladas de uva ano com índices de açúcar espetaculares, ao lado de 40 hectares de oliveiras em frutificação. 

rosa Terra

NOSSO TERROIR

O vinhedo Casa Barrios esta estabelecido em uma área de 26 ha, escolhidos a dedo dentro de uma área de mais de 300 ha, seu planejamento se deu definindo-se as melhores condições de drenagem, posição solar entre outras características topográficas para melhor atender as necessidades de evolução das uvas em potencial no atendimento as necessidades dos nossos clientes.

A região da Florentina está localizada no município de Santana do Livramento, no RS, na chamada região de Campanha Gaúcha.  A uma altitude média de 200 metros e a 31º de latitude sul,  a topografia de Florentina caracteriza-se por coxilhas e de declividades.

A Florentina é uma região caracterizada por uma condição climática favorável para o cultivo da videira e da oliveira com: inverno rigoroso, primavera com precipitações de chuvas regulares e verão quente e seco, o que proporciona a maturação final para os frutos em condições de clima de deserto, proporcionando equilíbrio dos polifenóis.

O solo, composto basicamente por arenito, com fragmentos de basalto interestratificado, proporciona excelente drenagem.

Permitindo assim um maior desenvolvimento radicular da videira e diminuindo a possibilidade das plantas sofrerem stress hídrico. A fertilidade é média, com teores de matéria orgânica em torno de 1,0 a 1,2 %, o que incide numa menor vegetação e melhor frutificação, ou seja, favorecendo a produção de frutos com alta concentração de aromas, açúcar e polifenóis.

A precipitação pluviométrica anual está em torno de 1.400 mm, sendo de apenas 330 mm durante o período de maturação das uvas (dezembro a fevereiro). A amplitude térmica diária durante o período de maturação é de 13 ºC. O número de horas de frio, abaixo de 7ºC está em torno de 385 horas.

 

As variedades plantadas foram cuidadosamente escolhidas. Estão entre as que têm melhor se adaptado ao solo e ao clima da Florentina. A vasta experiência de nossos técnicos, aliada a estudos científicos, indicaram variedades e estilos de vinhos e azeites oriundos de climas frios se adaptam muito bem ao solo. 

SUSTENTABILIDADE
E RESPONSABILIDADE

Apos a escolha do terreno para cada variedade, fez-se as correções necessárias em calcário, micro e macro nutriente, procura-se manter as plantas de videiras na melhor convivência com o meio ambiente, o controle de plantas invasoras é feito de forma seletiva, evitando-se  jamais o controle total o que poderia prejudicar a vegetação nativa do terreno, ervas nativas do pampa gaúcho por exemplo, por esse motivo não se trabalha o solo na entre linha de plantio, mantendo a mesma somente com roçadas desta forma fica 70% do terreno de forma intacta ou nativo, mantendo-se todo esse material das roçadas reciclando nutrientes ao solo preservando a sua estrutura e conservação do mesmo.